ZAGALLO « Torcedor Botafoguense

ZAGALLO

Zagallo foi o primeiro futebolista a ganhar a Copa do Mundo como jogador (Copa de 58 e Copa de 62) e como técnico (Copa de 70). Vale lembrar que Zagallo fez parte da comissão técnica da Seleção que ganhou a Copa de 94, sendo auxiliador-técnico de Carlos Alberto Parreira . Voltou a assumir esse cargo na Copa do Mundo de 2002, na Coréia do sul – todas com a Seleção Brasileira.

Ele também treinou seu país para um segundo lugar na Copa de 98 e um quarto lugar na Copa do Mundo de 1974.

Zagallo levou a Seleção dos Emirados Árabes para sua primeira Copa do Mundo em 90, mas foi demitido do posto antes do torneio.

Uma das principais características de Zagallo é a superstição, apresentando predileção pelo número “13”. Uma de suas frases mais famosas é o “Ai sim, fomos surpreendidos novamente” frase que virou moda por causa do Globo Esporte SP.

Atuando como ponta-esquerda, conquistou títulos de campeão carioca e foi convocado para a seleção brasileira, que disputaria a Copa do Mundo em 1958, na Suécia. Era o armador pela esquerda, o desafogo da defesa, o idealizador do contra ataque, o ajudante no lateral, o formiguinha do time campeão do mundo. Como jogador foi tricampeão pelo Flamengo, bicampeão pelo Botafogo e bicampeão mundial pela seleção brasileira. No Botafogo participou da fase áurea do time, jogando ao lado de astros como Garrincha, Didi e Nilton Santos.

Seus títulos cariocas o levaram a seleção brasileira de futebol. Com ele o Brasil inovou taticamente e jogou em 1958 no esquema 4-3-3, pois Zagallo era um ponta esquerda que recuava para ajudar no meio-de-campo. Nessa Copa e na seguinte (1962) deixou na reserva Pepe, grande astro do Santos e companheiro de Pelé.

Títulos no Botafogo

  • Torneio João Teixeira de Carvalho: 1958
  • Torneio Rio-São Paulo :1962, 1964
  • Campeonato Carioca: 1961, 1962
  • Torneio Início: 1961/1962/1963
  • Torneio Internacional da Colômbia: 1960
  • 6º Torneio Pentagonal do México: 1962
  • IV Torneio de Paris: 1963
  • Torneio Jubileu de Ouro da Associação de Futebol de La Paz: 1964
  • Torneio Governador Magalhães Pinto: 1964
  • Torneio Quadrangular do Suriname: 1964
  • Torneio Íbero-Americano (Quadrangular de Buenos Aires): 1964

 Títulos no Botafogo como treinador

  • Campeonato Carioca: 1967, 1968
  • Taça Brasil: 1968